Blog

Como obter qualificação profissional e mudar de emprego

Coaching de carreira e outplacement ajuda a encontrar novas oportunidades em meio à crise

17/11/2017   publicado por: edeas

Querer mudar de emprego, de área profissional ou aceitar novos desafios na carreira são objetivos que atingem a maioria das pessoas. Principalmente, em tempos de crise financeira, profissionais de diferentes setores repensam sobre a sua formação e atuação no mercado de trabalho.

Foto:DINO

É fundamental para o profissional do século XXI buscar novos conhecimentos, se atualizar e manter o seu currículo atraente, independentemente do mercado estar aquecido ou em recessão.

 Durante uma crise financeira gerada por fatores conjunturais na economia de determinado país, há uma natural realocação de capitais e oportunidades, causando um movimento no mercado com novas tendências e necessidades.

É fundamental que, empregado ou não em uma determinada empresa, o trabalhador se mantenha em constante processo de atualização profissional, realizando cursos, oficinas, graduação e pós-graduação que o ajudem a ser considerado um profissional útil e proativo para o atual mercado de trabalho.

A falta de tempo pode ser um fator de impedimento na busca de uma nova formação por meio de um curso de médio e longa duração, porém, a disponibilização de novas plataformas gratuitas e pagas de autoaprendizagem pela internet oferece novas alternativas de estudos.

Para as pessoas que ainda buscam a primeira oportunidade de trabalho, estudar para se posicionar melhor no mercado é imprescindível. Para os mais jovens, é necessário analisar bem as opções profissionais que podem ser construídas no decorrer de um curso profissionalizante ou de graduação.

Para trabalhadores mais experientes, é importante reavaliar as conquistas obtidas na sua caminhada profissional, o nível de realização e os novos objetivos que podem ser atingidos no futuro próximo. “Qualquer etapa da carreira requer investimento em qualificação, mas o grande desafio está em discernir quais as qualificações devem ser priorizadas no ciclo em que o profissional se encontra, e muitos profissionais provocam grandes prejuízos pois acabam investindo em conhecimentos pouco relevantes ou desalinhados ao seu mercado”, afirma Bruno Cunha – Headhunter & Master Coach de Carreira.

Contratar serviço de um coaching profissional pode ser o caminho. A empresa Pontus é especializada em consultoria em RH e oferece sessão de coach de carreira, em que o profissional pode analisar seu grau de empregabilidade e o ciclo de carreira, a partir de seu perfil profissional, conhecimentos, qualificação, experiência e competências.

 

A qualificação no mercado de trabalho atual

O mercado de trabalho atual requer maior nível de qualidade dos profissionais para preenchimento de suas vagas. Diversos fatores são levados em conta na contratação de um profissional, dentre eles uma maior atenção no quesito “experiência”, buscando valorizar o profissional que já possui um bom tempo de vivência no cargo ou função, mas outro jamais esquecido é a “qualificação”, o nível de conhecimento técnico existente na área de atuação, ou seja, o alicerce para o “saber fazer”.

“Muitos profissionais detêm excelentes experiências e comportamentos positivos em sua carreira, mas muitos deixam de alinhar ou construir suas qualificações pautadas nas necessidades do seu mercado de trabalho, e grande parte das vezes investem em conhecimentos exigidos pelos ambientes de trabalho onde estão naquele momento, sem perceber que nada dura para sempre, e quando é demitido ou pede demissão começa a enfrentar sérias dificuldades em seu processo de recolocação”, diz Bruno Cunha.

Bruno Cunha, Master Coach de Carreira, dá algumas dicas no gerenciamento do quesito qualificação na carreira profissional:

1. Cuidado com as fábricas de diplomas, a proliferação de instituições de ensino está gerando uma desordem na carreira de muitos profissionais, uma elevada oferta de cursos provocando uma verdadeira confusão na hora de escolher o que é mais ou menos relevante;

2. Procure entender qual o seu ciclo de carreira, compreenda o seu mercado de trabalho e o nível hierárquico desejado e alinhe às qualificações necessárias ao seu desenvolvimento profissional e crescimento de longo prazo;

3. Invista em instituições de qualidade e em conteúdos programáticos agregadores ao seu conhecimento, e o mais importante, o perfil dos docentes, experiências práticas e titulações obtidas na formação;

4. Alimente o seu networking profissional e use-o para descobrir quais as qualificações exigidas para o seu cargo ou área de atuação, e aumente o seu de grau de empregabilidade no mercado de trabalho;

5. Entre em contato com um consultor de carreira para um melhor direcionamento dos seus investimentos em qualificação, pois muitas vezes o barato sai caro, além do grande prejuízo em achar que está no caminho certo, e no final descobrir que ao invés da evolução, houve estagnação.

“A carreira profissional é composta por vários ciclos/etapas: aceleração, consolidação, revitalização e inovação, e o planejamento da qualificação é um dos principais fatores no gerenciamento da carreira, é o que alicerça a atuação do profissional em qualquer momento de sua vida profissional, afinal o “querer” fazer sem “saber como” só provoca estresse, angústia e ansiedade”, diz Bruno Cunha.

Website: http://www.pontus.com.br/

Este é um conteúdo comercial divulgado pela empresa Dino e não é de responsabilidade do Terra

Tags: #dicas